Homem sofre infarto após ser agredido por policiais

Nesta quarta-feira (20/01), ocorreu um infeliz episódio, no centro da grande São Paulo. Policiais apreenderam o carrinho de açaí de um casal, trabalhadores autônomos, sem justificativa plausível, uma abordagem considerada por eles rotineira. Durante a ocorrência um dos policiais aponta o dedo no rosto do vendedor e pede pra respeitá-lo. Sua esposa preocupada com a ação policial se antecipa, referindo possuir licença para exercer suas atividades, suplicando para que não levem seu carrinho, objeto de trabalho, pedindo aos prantos que não espanquem seu companheiro.

As cenas chocam as pessoas, causando um enorme tumulto no local. Em diversas vezes a mulher grita, expressando que o homem tem alguns problemas e que naquele momento, ele não estava conseguindo respirar, pessoas que estavam acompanhando o episódio também gritam, dizendo que o homem não estava respirando, e mesmo assim os policiais continuam e algemam o vendedor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *