LULA TOMA DECISÃO SOBRE MADURO, GUAIDÓ, E VENEZUELA

O Presidente eleito no último dia 30 de outubro, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve mudar uma postura adotada pelo governo de Jair Bolsonaro (PL) sobre a Venezuela quando assumir o mandato.

O próximo presidente deve tirar o status de diplomatas reconhecidos pelo Itamaraty dos representantes de Juan Guaidó, que se autoproclama presidente.

Com isso, o Brasil passará a reconhecer o ditador Nicolás Maduro como presidente do país vizinho. Atualmente, poucos países, entre eles Brasil e EUA, reconhecem Guaidó como presidente venezuelano, embora ele não exerça poder real.

Bolsonaro considera a diplomata Maria Teresa Belandria como embaixadora, com todas as prerrogativas do cargo.

Apesar disso, o prédio da missão venezuelana em Brasília está ocupado por aliados de Maduro. O Brasil também não tem embaixador no país vizinho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.