Cordélia Torres publicou Lei aprovada pela Câmara com 8 cargos a mais do que foi aprovado.

É necessário um posicionamento da prefeita Cordélia Torres, através da prefeitura de Eunápolis, para explicar as mudanças no projeto de Lei da reforma sobre a nova estrutura Administrativa.

O projeto de Lei que foi enviado aos vereadores por E-mail para entendimento do que seria votado tem discordância do que foi exibido e o que foi publicado no diário oficial do município e assinado pela prefeita Cordélia Torres.

No dia em que ocorreu a votação houve uma emenda inclusa no projeto, que foi indicada pelo vereador Tiago Mota, e foi aprovada por todos os vereadores presentes.

Tal projeto foi apresentado com 782 cargos comissionados, subdividido em inúmeras Secretarias, porém, após ter acesso ao que foi publicado pela prefeita e confrontado com o que foi recebido de forma oficial pelos vereadores, há um adicional de 8 cargos à mais, sendo estes distribuídos na Procuradoria Geral do Munícipio, Secretaria Municipal de Agricultura, Secretaria de Infraestrutura e na Secretaria de Meio Ambiente.

Um exemplo de como foi recebido pelos vereadores e de como foi publicado pela prefeita:

Controladoria Geral do Munícipio: 7 cargos, foi publicado no Diário Oficial 8 cargos.

Secretaria Municipal de Agricultura: 15 cargos, foi publicado no Diário Oficial 16 cargos.

Secretaria Municipal de Infraestrutura: 53 cargos, foi publicado no Diário Oficial 58 cargos.

Secretaria Municipal de Meio Ambiente: 23 cargos, foi publicado no Diário Oficial 24 cargos.

Também houve alteração das nomenclaturas de cargos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *