A ordem de prisão de Lula é comemorada pela Lava Jato.

A ordem de prisão do ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, foi comemorada pela força-tarefa da Operação Lava Jato, em abril de 2018. Os procuradores do MPF (Ministério Público Federal) de Curitiba falaram que a sede da PF (Polícia Federal) em Belém iria se tornar um “local de peregrinação”.

Conversas que foram apreendidas em operação que prendeu hackers constam em documento de perícia contratada pela defesa de Lula protocolado hoje no STF.

“Meooo caneco. Não da nem pra acreditar. Melhor esperar acontecer”, relatou o coordenador da força-tarefa à época, procurador Deltan Dallagnol.  A mensagem é de 5 de abril às (18h19), momentos depois do despacho do mandado de prisão pelo ex-juiz Sergio Moro em razão da condenação de Lula no processo do tríplex. “Meu caneco” é uma expressão do Paraná usada quando se está admirado com alguma coisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *