ZELENSKI VOLTA A PEDIR ARMAS MODERNAS, E RÚSSIA VOLTA A INTENSIFICAR ATAQUES

Na manhã desta quarta 29 de junho, a Rússia usou ao menos 130 mísseis contra a Ucrânia, um dos maiores números desde o início da ofensiva no leste, em 18 de abril.

O presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski, dirigiu-se por vídeo aos integrantes da cúpula da Otan para agradecer o apoio contra a invasão russa de seu país.

Como sempre, pediu mais “armas modernas”, particularmente artilharia, para tentar segurar o ímpeto de Moscou, renovado com a conquista de áreas no leste do país.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.