Túmulos abertos e ossadas expostas revoltam familiares que visitaram o cemitério da saudade na cidade de Eunápolis

“Situação do local é deplorável e revolta familiares”

Familiares estão indignados com a situação do Cemitério da saudade, no município de Eunápolis. Eles procuraram a reportagem do Foco Atual para denunciar o desleixo da administração local, de ossadas expostas e jogadas em sacos de lixos pelo cemitério.

Um familiar que prefere não se identificar relata que neste feriado do dia de finados, foi visitar o tumulo da mãe e encontrou 10 sacos de lixos jogados pelo cemitério com restos mortais. “Mesmo sabendo que o cemitério é antigo, e recebem dezenas de falecidos, eles deveriam respeitar os mortos, porque eu vim prestar uma homenagem a minha mãe e encontrei isso”, lamentou.

Ele explica que o lugar é considerado pelos entes queridos como um campo sagrado e de repouso. “O cemitério está completamente abandonado, cheio de matos e restos mortais jogados em vários locais. Fiquei tão revoltado que a única coisa que pensei na hora foi em denunciar o descaso das autoridades competentes”.

 

Outro familiar informou com muita indignação que esta situação está assim há muito tempo. “Estive no cemitério e fiquei muito triste, havia muito lixo e mato. Tem lugares onde não dá nem para passar. Eu virei alguns potinhos até de outros túmulos, que estavam cheios de água, por casa do risco de dengue. Meus filhos, Alan e João Pedro, morreram em 2009, estão enterrados lá e nunca vi o cemitério em uma situação de cuidado, sinceramente eu nem sei dizer ao certo onde estão os corpos de meus filhos, porque como vimos estes restos mortais nesta situação eles podem ter sido desenterrados e os ossos levados para outro lugar. Porque não tivemos condições de colocar a identificação no túmulo”, desabafa. 

Violar ou profanar sepultura ou urna funerária é crime previsto no Artigo 210 do Código Penal. A pena varia de um a três anos e multa

O outro lado:

Em detrimento do feriado os órgãos públicos estão fechados, mas, na segunda-feira estaremos buscando informações junto ao secretário de obras sobre o descaso para com o cemitério da saudade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *