OAB E MP : SURDOS E MUDOS

 

A falta de responsabilidade, empatia e humanidade com a saúde da população chegou no limite.
A gestão municipal e a sua pupila enfraquecida, a secretaria de saúde , que está em pé de guerra com o diretor do HRE , deixam a saúde de Eunápolis no seu pior estado em todos os tempos. Observa-se que Eunápolis é o último colocado em vacinação contra a Covid 19, não é divulgado boletim atualizado diário e regularmente da doença, UTI do HRE interditada pela primeira vez, falta material de limpeza e medicamentos nos postos e no HRE, troca de corpos no HRE, líder do governo na Câmara de Vereadores indica projeto de lei para que o munícipe pague o servico de saúde ferindo os princípios do SUS (saúde gratuita) e, não obstante, a teimosia e insensatez de não assinar o contrato da policlinica regional, o que afeta toda população eunapolitana, assola a gestão municipal.
No meio dessas intempéries, divulgado pela prefeitura que a UTI HRE agora dispõe do serviço de hemodiálise a beira leito. Importante conquista atual. Faltou empenho do último governo, infelizmente. Em contra partida, a prefeitura também expõe em mídias sociais que inaugura uma Unidade Básica de Saúde- Antares mas, é sabido que esta unidade sempre existiu…Toin..oin..oin..
Em tempo , admitindo a pouca eficiência da secretaria de comunicação da prefeitura, em decreto municipal no dia 13/04/2021 número 9.916, exonerou-se toda a equipe da pasta.
Tanto a OAB quanto o MP foram tão atuantes na gestão de Robério Oliveira e urge que ajam com rapidez e rigor.
Nos bastidores, a queda de braço entre os Torres e os Dape prejudica muito a administração, disputando o poder .
Eunápolis pede socorro …

fonte: focoatual.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *