Mulher morre após aguardar transferência para UTI

Após aguardar por aproximadamente quarenta dias uma transferência para uma unidade de tratamento intensivo (UTI) que disponibilizasse do serviço de hemodiálise, a paciente Maria Aparecida, morreu nesta quarta-feira, 11.
Ela estava internada no Hospital Regional de Eunápolis.

Alguns amigos próximos relataram “situação precária” em que se encontrava Maria Aparecida. Com um quadro de insuficiência renal, ela era dependente de hemodiálise, mas o Hospital Regional, não dispõe desse serviço, fazendo com que a busca por uma vaga fora do município fosse intensificada, quando por fim a vaga foi encontrada, e a paciente encaminhada para o Hospital, a mesma veio a falecer no meio do caminho. (Informações por gravação via aplicativo Whatsapp).

Vários apelos via rede social, por amigos, e internautas foram realizados, todos imbuídos do proposito de salvarem a vida de Maria Aparecida, porem, sem sucesso.

“É um fato que, infelizmente, vai se repetir”. Não é a primeira vez que isso acontece. É recorrente. É necessário criar novos leitos. Houve o cancelamento do evento denominado “Pedrão” para que fossem realizados mais investimentos no município, alguns, canalizados para a saúde, a sociedade aguarda uma resposta, e, além disso, também aguarda uma saúde humanizada.

Maria Aparecida tinha 34 anos, casada, e mãe de 4 filhos.

O site Foco Atual, presta a mais sinceras condolências a família, neste momento de pesar.

2 Replies to “Mulher morre após aguardar transferência para UTI”

  1. lamentável, meus pêsames à família., infelizmente não vai parar pôr ai, estamos totalmente abandonados, pelos vereadores que não está nem aí para o povo, é até as leis estão mudas. o povo está tendo o governo que eles gostam, é por causa dessas pessoas estão morrendo gente e vai morrer mais nas filas dos hospitais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *