Homem é preso por manter depósito de droga no centro de Eunápolis.

Na segunda-feira (29/03), a Polícia Civil apreendeu quase 10 quilos de drogas em uma casa na Rua José Bonifácio, centro de Eunápolis. Segundo investigações, o local havia sido alugado por Erick Maceno Reis, de 34 anos, e servia como depósito de drogas. Erick foi preso em flagrante, e já vinha sendo investigado.

Erick foi localizado perto de sua residência, no Dinah Borges, por voltas das 15:00 horas, com uma pequena quantidade de maconha, e disse aos policiais que havia mais drogas em outra residência no Centro da Cidade.

De acordo com a Polícia Civil, a ação é um desdobramento da prisão de um jovem, na BR-367, zona urbana de Eunápolis, em junho de 2020. O jovem transportava por volta de R$ 100 mil em uma moto. “Abrimos uma investigação para descobrir a origem daquele dinheiro e constatamos que o mesmo era proveniente da venda de drogas de uma facção criminosa com atuação em toda a região”, enunciou o delegado Moisés Damasceno.

No local, na Rua José Bonifácio, a polícia aprendeu, além de maconha e cocaína, três balanças de precisão, munição calibre 38, quase R$900,00 em espécie e apetrechos para acondicionamento de droga.

Erick e outros cinco comparsas foram presos em outubro de 2017, por conta de uma acusação de envolvimento na morte do fazendeiro Fabrício Trevizani, 34 anos e da mulher dele, Marycélia Bobbio, de 24. O casal foi executado a tiros enquanto dormiam na propriedade rural, no município de Guaratinga. A mulher estava grávida.

O inquérito policial mostrou que Erick foi o responsável por guardar as armas utilizadas  no duplo homicídio. Não há informação se ele foi indiciado.

Segundo o inquérito, o crime foi encomendado pela ex-mulher de Fabrício, Daniela Pinheiro, que também foi presa, juntamente com o namorado. A polícia afirmou que ela queria que o filho que teve com Fabrício pudesse ficar com a herança só para ele.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *