EUNÁPOLIS PODERÁ ESTAR DIANTE DE UM DOS MAIORES ESCÂNDALOS ENVOLVENDO LICITAÇÃO DA HISTÓRIA

Eunápolis poderá estar diante de um dos maiores escandâlos envolvendo Licitação

 

Eunápolis, cidade com cerca de quase 120 mil habitantes, poderá está vivendo um dos maiores escândalos envolvendo a prefeitura Municipal de Eunápolis em contrato de licitação com empresas que vendem materiais descartáveis e medicamentos.

Após o empresário Valvir Vieira, participar do programa de rádio sociedade anonima na Rádio Ativa FM, e denúnciar possíveis irregularidades em contratos firmados entre a prefeitura de Eunápolis e Empresa contratada para fornecimentos de material descartáveis e medicamentos, o Diretor deste Portal de Notícias, passou averiguar os contratos da atual gestão que tem como Prefeita Cordélia Torres (DEM).

Cordélia Torres, esposa do Ex. prefeito Paulo Dapé que também foi prefeito de Eunápolis, fez sua campanha em 2020, onde falava muito em sendo eleita, iria fazer uma gestão baseado nos cinco príncipios básicos da Administração Pública, que são eles: Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência.

Mas se tratando dos contratos firmados entre a atual gestão e empresas de vários seguimentos, muitos pontos tem chamado atenção, PRINCIPALMENTE os contratos firmados para compra de medicamentos e materiais descartáveis para atender as demandas envolvendo pacientes infectados com o CORONAVíRUS.

Fizemos as analises das notas fiscais de e as autorização de pagamentos efetuados pela Secretária de Saúde, Anara Sartório, constatamos que cada caixinha contendo 50 fitas de medir glicemia custou ao bolso dos eunapolitanos R$ 271,00 (Duzento e setenta e um reais), o valor chama atenção, em lojas existentes na cidade, onde esse produto é vendido diretamente ao consumidor final, o valor do mesmo produto custa R$ 73,00 (Setenta e três reais), e o cliente ainda leva de graça o aparelho para fazer o teste.

Mas fomos mais além e buscamos no site do TCM – TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS, e encontramos compras efetuadas para o mesmo produto na gestão do ex. Prefeito Robério Oliveira, é absurdamente diferente o valor pago pela atual prefeita e o ex. Prefeito pelo mesmo material, mesma quantidade unitário.

O contrato do ex. prefeito Robério Oliveira para adquirir o mesmo produto foi pago R$ 20,00 (Vinte reais), na caixa com 50 fitas de glicemia.

 

O papel da imprensa é informar à sociedade sobre questões de interesse público, e nesse caso específico o que chamou a tenção foi a enorme diferença de preço, para adquiri o mesmo produto em um momento igual entre o ano passado e este ano de 2021, onde toda sociedade tem encontrado dificuldades para ter acesso aos serviços de saúde, onde várias famílias tiveram perdas de parentes em decorrência de toda crise sanitária enfrentada pela população do mundo todo, em decorrência do COVID-19.

O valor ficou mais caro em relação a compra feita pelo ex. prefeito Robério Oliveira (PSD), e a atual Prefeita Cordélia Torres (DEM), a atual gestão pagou 1.350 %, a mais no mesmo produto.

Vamos aguardar como irão se pronunciar os vereadores de Eunápolis que se elegeram pregando legalidade e a defesa dos diretos dos cidadãos.

Fonte: Site Portal Sul Bahia

Acesse abaixo a ítegra das notas fiscais dos produtos comprados na gestão Robério Oliveira e na gestão Cordélia Torres:

1 – Nota fiscal gestão Robério

2 – Nota fiscal gestão Cordélia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *