BATATA QUENTE

Nesta quarta-feira (26/05), a Câmara Municipal de Eunápolis (CME), por meio da Comissão de Orçamento, Finanças, Contas e Fiscalização, deveria realizar Audiência Pública para a apresentação da Prestação de Contas do Município referente ao primeiro quadrimestre de 2021, bem como a análise do cumprimento das metas fiscais no período.
A audiência não ocorreu no plenário da Câmara, no Bairro Dinah Borges, pois o presidente da Comissão, o vereador José Carlos Barbosa Baião (DEM), afirmou que não foi encaminhado a apresentação de contas pela prefeitura municipal de Eunápolis. Na mesma sessão haveria a prestação de contas do Legislativo.
 A sessão visaria o cumprimento do disposto no parágrafo 4º do artigo 9º da Lei de Responsabilidade Fiscal (LC 101/2000).
Espera-se que a transparência dos gastos públicos não seja camuflada pelo precioso e valioso setor de comunicação, em torno do simbólico valor de 3 milhões de reais, e serviços jurídicos, pela singela bagatela de 1,5 milhão de reais.
A apresentação do uso do dinheiro público a todos os munícipes vai ter que esperar até a próxima segunda-feira, 31 de Maio, segundo o presidente da Comissão de Finanças, Orçamento, Contas e Fiscalização, que também justificou como falha do departamento de tecnologia e informática o atraso na prestação.
Similar a uma brincadeira cultural e tradicional das crianças brasileiras, a brincadeira de rodas, no círculo do poder poderá restar apenas um bode expiatório para assumir a culpa pela falta de planejamento ou incompetência perante a gestão do município de Eunápolis.
” Batata quente, quente, quente, quente, quente quente…Queimou ! “

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *