MORADOR DE RUA FLAGRADO COM A MULHER DO PERSONAL TRAINER DIZ QUE NÃO SE ARREPENDE E MANDA RECADO PARA O MARIDO DELA

Nesta quarta-feira 23 de março, o morador de rua Givaldo Alves, de 48 anos, que teve relações com a esposa de um personal trainer e acabou flagrado e espancado, contou que não se arrepende do ocorrido. “Não posso me arrepender e voltar atrás. Se eu pudesse, eu não olharia para trás para aquela voz doce e suave. Eu não posso me arrepender porque todo prazer que ela me deu é uma coisa que todo homem queria ter. Ela realmente merece alguém que possa satisfazê-la sem expor. Ela é realmente uma flor do jardim de Deus. Pela dor, eu já sofri demais”, disse o baiano em entrevista ao Metrópoles. Para Givaldo, o personal trainer, Eduardo Alves, de 31 anos, precisa “aceitar que ela precisa de algo mais”.

O fato
O caso aconteceu em Planaltina, no Distrito Federal, no dia 9 de março. As agressões a Givaldo foram gravadas por uma câmera de segurança. Com a repercussão, o personal trainer Eduardo Alves, de 31 anos, disse que sua mulher estava em surto psicótico, segundo seus médicos, e por isso teria convidado o homem a entrar no seu carro.

Por causa das agressões do personal trainer, o homem em situação de rua sofreu um edema no olho e ficou com a costela quebrada. O caso segue em investigação policial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.